Inicie seu investimento cortando gastos desnecessários

 

A publicitária Marília Diniz, de 39 anos, costumava tomar cafezinho expresso e comer sobremesa todos os dias, inclusive nos finais de semana. “Tinha esse hábito e adorava. Mas quando fiz as contas, vi o quanto gastava. Decidi, então, diminuir esse hábito e passei a adotar a prática duas vezes por semana”, confirma. O resultado foi a abertura de uma poupança só correspondente à economia feita. Depois de um ano, a publicitária já contabiliza uma economia de mais de R$ 400 só com esse corte. “O valor pode parecer pequeno, mas estamos falando apenas de cortar o café e a sobremesa de alguns dias da semana”.

O advogado Carlos Borges, 45 anos, decidiu cortar gastos e, ao mesmo tempo, se aproximar dos amigos. “Conversei com os amigos mais próximos e decidimos trocar as saídas por encontros em casa mesmo. Toda semana nos reunimos na casa de alguém. Dessa forma gastamos bem menos, já que compramos os comes e bebes em supermercados. A economia pode chegar a 50%”, diz.

Para o economista Sandro Souza, uma boa forma de iniciar um investimento é cortando gastos desnecessários e supérfluos. “Na hora de economizar não existe uma regra fixa. A pessoa pode começar poupando parte do salário e ir aumentando gradativamente. Segundo ele, o mais importante não é a quantidade e sim a rotina de poupar. “O ideal é colocar no papel todos os gastos diários. No final do mês, deve-se fazer uma análise crítica desses gastos e pontuar onde é possível cortar. Sempre tem algo supérfluo, do qual a pessoa não precisa”, destaca. Esse corte deve sempre refletir num investimento e não em outro gasto irrelevante. Dessa forma, quando o indivíduo realmente precisar de dinheiro terá uma reserva pronta para ser usada.

Veja algumas dicas simples de economia no dia a dia:

– pesquise antes de comprar um produto ou serviço;
– não corte qualidade de vida e sim os excessos;
– evite parcelamentos. Assim você não compromete a renda futura e tem mais chances de investir;
prepare suas refeições em casa. Se não for possível levar almoço, leve lanche. A solução costuma ser mais saudável, inclusive; – calcule os valores do pacote de TV por assinatura e veja se você realmente precisa de tantos canais;
– planeje a viagem de férias com meses de antecedência. Embarcar em cima da hora fica muito mais caro.

Deixe uma resposta