Dúvidas: dívidas

Comprei um veículo através de financeira, mas meu salário diminuiu e agora não tenho como continuar pagando as parcelas. O que devo fazer?

Devido ao financiamento ter sido feito através de financeira, é importante lembrar que após 3 parcelas vencidas em atraso ela tem o direito de solicitar o bem de volta para leiloá-lo com o intuito de liquidar a dívida. Nesse tipo de financiamento as primeiras parcelas possuem muito mais juros do que amortização, assim como as últimas parcelas possuem mais amortização do que juros. Dessa forma, se o item for a leilão, o valor de venda pode não ser suficiente para quitar a dívida.

O recomendado nessa situação é tentar inicialmente uma negociação com a financeira. Veja se consegue refinanciar o valor de forma que as parcelas caibam em seu orçamento. Importante observar que caso opte por refinanciar com a mesma ou outra instituição financeira, não deve fazê-lo por uma taxa de juros maior do que a que tem hoje, pois isso acabaria no futuro indo contra você.

Outra opção é vender o ágio do veículo, repassando o restante do financiamento ao novo comprador. Dessa forma, você recuperará parte do que já pagou e poderá procurar um novo veículo com condições que possa assumir.

Financiei um carro e um apartamento, estava tudo bem, mas minhas contas ficaram desreguladas. Como faço pra sair do vermelho?

Por diversas razões, não são poucos os brasileiros enroscados em dívidas. Para sair do atoleiro, é necessário muita disciplina financeira. Para quitar as dívidas atrasadas, é necessário não só listar e renegociar as dívidas existentes, mas também fazer sobrar dinheiro, o que muitas vezes requer que se reduza as despesas ao mínimo possível (afinal, uma situação emergencial requer medidas drásticas) e se busque fontes de renda extra. Toda a sobra deve ser direcionada para pagar as parcelas atrasadas. O envolvimento e comprometimento de toda a família é essencial para que esse plano tenha sucesso.

Qual dívida pagar primeiro? Comece pela mais cara, ou seja, a que tiver a maior taxa de juros (e não a que tiver a maior parcela ou o maior saldo devedor). Muitas vezes, essa costuma ser a dívida do cartão de crédito ou do cheque especial. Leia o contrato de empréstimo e anote todas as informações que puder sobre a dívida: taxa de juros pactuada, número de parcelas, valor das parcelas, total do empréstimo e índices de correção. Contate seus credores e converse com eles sobre o seu interesse em pagar as parcelas atrasadas e a sua dificuldade em fazê-lo. Eles certamente terão interesse em reaver os valores atrasados e para isso, poderão reduzir os juros ou aumentar o número de parcelas para reduzir o valor de cada parcela. Como incentivo, saiba que o Código de Defesa do Consumidor garante ao mutuário que renegociar suas dívidas o direito de ter seu nome retirado da lista de inadimplentes.

Você também pode recorrer ao Procon de sua região para ajudar. Muita gente pensa que por estar devendo não tem o direito de fazer uma queixa contra seu credor, mas é possível denunciar juros abusivos, cobranças agressivas ou qualquer outro descumprimento contratual por parte do credor caso não seja possível encontrar uma solução amigável. Para isso, é necessário ter em mão o contrato de empréstimo com todas as informações identificadoras do credor.

Em qualquer situação, buscar um acordo diretamente com o credor e evitar a lenta e burocrática via judicial é uma boa ideia. Um advogado especializado pode-lhe orientar melhor sobre que caminhos procurar, e essa primeira consulta costuma ser gratuita.

É preferivel ter dinheiro investido ou adiantar o pagamento de um financiamento?

Para decidir entre manter um investimento e adiantar a quitação de uma dívida, é necessário comparar as taxas de juros da dívida e do investimento. Se, por exemplo, você estiver pagando 1,5% ao mês num financiamento e tem dinheiro em poupança rendendo 0,5% ao mês, vale a pena sacar o dinheiro da poupança para quitar parte da dívida.FALE_COM_CONSULTOR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s